WEBMAIL FALE CONOSCO
 
    HOME     MANICORÉ     AMAZONAS     NOTÍCIAS     POLÍTICA     EDUCAÇÃO     SAÚDE     CLASSIFICADOS     OPINIÃO     ENTRETENIMENTO     FOTOS & FESTAS     PUBLICIDADE     QUEM SOMOS
BEM VINDO - MANICORÉ, .  

notícia publicada em 21/02/2018 às 12:31:35

Deputado Platiny exige derrubada de muro e contesta viagens do Governador Amazonino Mendes
 
Joelma Muniz
  
 
 Créditos da Foto: Fábio Romão/Assessoria de Imprensa 

Presidente da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa, o deputado Platiny Soares (DEM), pedirá a demolição do muro de arrimo feito nos fundos da casa do governador Amazonino Mendes, e que fica às margens do lago do Tarumã, Zona Oeste de Manaus, caso fique comprovada inviabilidade ambiental e o uso da máquina pública, nos serviços executados de maneira “suspeita” por operários da MCW Construções e Terraplanagem LTDA, empresa que mantém contratos com o Executivo, que estão na ordem de R$ 20,1 milhões.

O parlamentar ingressou junto a Mesa Diretora da Casa, com requerimentos enviados à Comissão Geral de Licitação (CGL) e para o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (CREA-AM), exigindo que sejam enviados ao parlamento cópias do contrato e do processo de licitação que culminou na contratação da empresa, para prestação de serviços ao Governo e Certidão sobre o registro da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), referente à obra de construção do muro.

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM), o Ministério Público Federal (MPF), a Marinha do Brasil e o Tribunal de Contas do Estado (TCE), também serão provocados a se manifestar sobre o caso, enfatizou Platiny Soares, durante pronunciamento na manhã desta terça-feira (20).

“Solicitamos transparência do governo, pedindo a ele que nos envie explicações. Em qualquer outro Estado da federação isso não seria minimizado, é um fato extremamente grave. A suspeição que se gera, quando se usa uma empresa prestadora de serviço do Estado para por em prática essa obra, é incontestável. Temos que mostrar para toda a população, os motivos que levam os órgãos ambientais a não barrarem a obra, quando temos pessoas lutando anos, para conseguir a mínima autorização visando qualquer atividade que seja, em área da união, como é o caso”, questionou Platiny Soares.

De acordo com materiais jornalísticos divulgados ao longo da última semana, pelos veículos da Rede Diário de Comunicação (RDC), a MCW recebeu, em 2017, R$ 20,1 milhões do governo do Estado, via Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), sendo R$ 9,6 milhões, ou cerca de 50%, após a posse de Amazonino, no dia 4 de outubro do ano passado.

“Até que esclareçam todos os fatos, o governo deve suspender todos os pagamentos a essa empresa. Eles assumiram esse risco, a partir do momento em que celebraram o contrato para a execução dos serviços, que sabiam levantaria uma suspeição. Não acuso, mas levo em consideração o clamor popular que se gerou na sociedade”, explicou Platiny Soares.

Viagens ao exterior também são contestadas

A ida do governador Amazonino Mendes, acompanhado de assessores as cidades de Lima, no Peru e Santiago no Chile, também são alvos de requerimento apresentado à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, pelo deputado Platiny Soares (DEM). As viagens que aconteceram no período que compreendeu o carnaval foram feitas em aeronave que presta serviços ao governo.

As suspeitas de uso indevido do jatinho vieram à tona, após um assessor direto do governador, ostentar fotos em suas redes sociais. Segundo o documento enviado ao Governo do Estado, o chefe do Executivo terá 10 dias para apresentar relatório Circunstanciado sobre o resultado das viagens, conforme designa o §2º do artigo 53 da Constituição do Estado do Amazonas.

“O Estado do Amazonas amarga diversos absurdos por um desgoverno, que infringe legislações. O que exigi está amparado na legislação, se foi uma viagem oficial ele terá que nos informar sobre os resultados e como eles trarão benefícios para a população, que é quem paga esses contratos milionários. E se não foi uma viagem oficial, ele terá que arcar com as consequências, devolvendo aos cofres o dinheiro que usou de maneira indevida”, ressaltou Platiny Soares.



Fonte: Assessoria do Deputado



Comentários
 
 Mais notícias de Destaques
 
Prefeito e ex-prefeito de Manicoré são cassados no TRE ... (v. 0)
 
Professor Paulinho toma posse na Câmara de Manicoré (v. 0)
 
Aleam homenageia colaboradores do projeto da Lei dos Co... (v. 0)
 
Deputado Platiny Soares quer CPI das Licitações instala... (v. 0)
 
Com casa Cheia, Platiny Soares dá largada a pré-candida... (v. 0)
    HOME     MANICORÉ     AMAZONAS     NOTÍCIAS     POLÍTICA     EDUCAÇÃO     SAÚDE     CLASSIFICADOS     OPINIÃO     ENTRETENIMENTO     FOTOS & FESTAS     PUBLICIDADE     QUEM SOMOS

  

Travessa Pedro Tinoco - 137 - Centro - Manicoré - Amazonas
(97) 98802-8283

Email: gabrieljornalistaam@hotmail.com
Email: contato@folhademanicore.com.br

Jornalista Responsável
Gabriel Caetano
MTB 767/AM

Todos dos direitos reservados a Jornal Folha de Manicoré - Compromisso com a Verdade | Desenvolvido por Neo WebDesign