WEBMAIL FALE CONOSCO
 
    HOME     MANICORÉ     AMAZONAS     NOTÍCIAS     POLÍTICA     EDUCAÇÃO     SAÚDE     CLASSIFICADOS     OPINIÃO     ENTRETENIMENTO     FOTOS & FESTAS     PUBLICIDADE     QUEM SOMOS
BEM VINDO - MANICORÉ, .  

notícia publicada em 08/11/2017 às 17:51:36

Câmara de Manicoré pede abertura de investigação no Ministério Público do Amazonas contra CIPERON
A fraude foi descoberta quando uma aluna realizou uma pesquisa via contato telefônico e acesso ao site do Ministério da Educação (MEC)
 
Gabriel Caetano
  
 
 Créditos da Foto: Vereador Clovis  

O vereador Clovis Garcia (PC do B) pediu na tribuna da Câmara Municipal na última terça-feira (07) que a Câmara envie o pedido de Investigação para o Promotor da Comarca de Manicoré, Marcelo de Sales Martins, representante do Ministério Público do Amazonas e ao Ministério de Educação (MEC), contra o Centro Integrado de Pesquisa e Educação de Rondônia (CIPERON), denunciada por fraldes em diplomas de graduação e pós-graduação no Distrito de Santo Antônio do Matupi.

De acordo com informações, a organização era voltada a prestação de serviços de caráter educacional, ludibriando inúmeros alunos do Distrito de Matupi ao dar aparência de regularidade aos cursos oferecidos, recebendo vantagem patrimonial com fraudes praticadas.

O esquema consistia na oferta de cursos de graduação e pós-graduação, quando concluídos, davam aos alunos diplomas ideologicamente falsos, adquiridos ilegalmente de diversas instituições de ensino sediadas em vários estados do Brasil.

A instituição chegou no Matupi em meados de 2014 quando iniciaram a Educação de Jovens e Adultos (EJA) e 2015 iniciaram a Faculdade e 2016 formou a primeira turma de Pós-graduação e estava com planos de formar uma turma de Técnicos de Enfermagem. Os próprios alunos alegam que “não há Laboratório para o curso, pois, estagiar em Unidade básica de saúde é simplesmente inaceitável” afirmaram junto ao Advogado Carlos Terrinha.

A fraude foi descoberta quando uma aluna realizou uma pesquisa via contato telefônico e acesso ao site do Ministério da Educação (MEC), ao realizar a pesquisa, o CIPERON não possuía nenhum Registro no Ministério.

Os cursos fraudulentos oferecidos no Distrito de Matupi possuia turmas de graduação de Pedagogia, Agronomia, Educação Física, Adminstração, Psicologia e Técnico de Enfermagem, além de cursos de pós-graduação. Cerca de 200 alunos estavam estuando presencialmente a cada duas semanas.


Fonte: Fonte Folha de Manicoré



Comentários
 
 Mais notícias de Educação
 
MEC diz que não pode fazer nada sobre o caso dos diplom... (v. 0)
 
Câmara de Manicoré pede abertura de investigação no Min... (v. 0)
 
Vereador Clovis solicita internet grátis nas escolas do... (v. 0)
 
Polícia Militar leva conhecimento do PROERD as Escolas ... (v. 0)
 
Alunos protestam após declarações preconceituosas de Co... (v. 0)
    HOME     MANICORÉ     AMAZONAS     NOTÍCIAS     POLÍTICA     EDUCAÇÃO     SAÚDE     CLASSIFICADOS     OPINIÃO     ENTRETENIMENTO     FOTOS & FESTAS     PUBLICIDADE     QUEM SOMOS

  

Travessa Pedro Tinoco - 137 - Centro - Manicoré - Amazonas
(97) 9145-9007
(97) 8804-2540

Email: gabrieljornalistaam@hotmail.com
Email: contato@folhademanicore.com.br

Jornalista Responsável
Gabriel Caetano
MTB 767/AM

Todos dos direitos reservados a Jornal Folha de Manicoré - Compromisso com a Verdade | Desenvolvido por MR MIDIA